Sobre o autor


Prof. Dr. Thadeu de Sousa Brandão

Sociólogo, Mestre e Doutor em Ciências Sociais pela UFRN. Professor Adjunto (IV) de Sociologia da UFERSA e do Mestrado Acadêmico Interdisciplinar em "Cognição, Tecnologias e Instituições" (CCSAH/UFERSA) - (Nota 4 CAPES). Líder do grupo de Pesquisa "Observatório da Violência do RN". Autor de "Atrás das Grades: habitus e interação social no sistema prisional", "A Senhora do Sertão: a Festa de Sant'Ana de Caicó" e co-autor de "Rastros de Pólvora: Metadados 2015" e de "Observatório Potiguar 2016: Mapa da Violência do RN". Apresentador do Programa Observador Político da TV Mossoró e 93FM. Colunista do Jornal O Mossoroense. Consultor da Comissão de Segurança Pública e da Comissão de Direitos Humanos da OAB/RN.

Política, Sociologia, Ciência, Cultura e Filosofia. Blog criado em 22 de Outubro de 2012 e organizado por Thadeu de Sousa Brandão.

Siga nossa página no Facebook: https://www.facebook.com/profthadeubrandao/

Contato, críticas, sugestões e artigos: thadeu@ufersa.edu.br

segunda-feira, 27 de maio de 2013

Ciências Policiais de Segurança e Ordem Pública: conceituação e relevâncias

Marco Antonio Alves Miguel, Mestre em Teoria do Direito e do Estado. Mestrado e Doutorado no Programa de Ciências Policiais de Segurança e de Ordem Pública pelo CAES da PMESP. Professor no Curso de Direito e no de Tecnólogo em Gestão de Segurança Pública na UNIBAN. 


As ciências policiais de segurança e ordem pública preenchem uma lacuna importante na formação e pós-graduação dos Policiais Militares do Estado de São Paulo, pois ciência policial, entendida no sentido lato, é incipiente e discutida por leigos, os quais procuram soluções divergentes para proporcionar a almejada sensação de segurança às pessoas. A competência normativa e acadêmica melhor cabe aos integrantes dos órgãos encarregados da segurança pública, que buscam soluções cada vez mais democráticas diante dessa temática. Por meio de um referencial bibliográfico, o presente estudo procura demonstrar a questão das ciências policiais e, particularmente, a conceituação das ciências policiais de segurança e ordem pública e a relevância do tema para a melhoria da qualidade do ensino aprendizagem do profissional dessa área do conhecimento e a consequente melhoria de padrão nas questões de segurança pública, a partir dos bancos acadêmicos, diante da globalização.

Para ler o artigo, na íntegra, clique AQUI.

Nenhum comentário:

Postar um comentário