terça-feira, 2 de julho de 2013

Dilemas e Impasses Históricos ao Desenvolvimento Brasileiro


Rodrigo L. Medeiros (D.Sc.) é Professor do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Espírito Santo (Ifes).
medrodrigo@gmail.com e Gustavo dos Santos (Ph.D.) é Economista de carreira do BNDES. gustavoag.santos@gmail.com


1. Introdução

Abordar a temática proposta neste artigo, incluindo seus aspectos multidimensionais, pode ser compreendido por alguns como um ato de arrogância intelectual. Reconhecemos, afinal, que são muitos os autores acadêmicos que já perpassaram esse tema com brilhantismo e enfoques esclarecedores num passado esquecido por muitos. Compreendemos, entretanto, ser o século XXI um tempo histórico de grandes desafios e oportunidades que ainda clama por discussões mais profundas. Afinal, quais as opções estratégicas que estão abertas ao Brasil? Nosso país, considerado outrora por alguns como o“país do futuro”, encontrou finalmente seu lugar ao sol? Alguns acreditam que sim porque a década de 2000 foi um tempo de redução das desigualdades sociais entre nós.
Outros autores, como é o caso de Francisco de Oliveira (2012), pensam de forma contrária e argumentam que não há grandes motivos para sonharmos no presente, pois o peso da tradição bloqueia a solução de impasses no presente e o “jeitinho brasileiro” impera como elemento articulador de “fugas para frente”. Nesse sentido, apontaremos dilemas e impasses brasileiros do presente. Destacam-se negativamente as fragilidades na sua educação pública e a histórica concentração da renda, elementos que tipificam o estado de subdesenvolvimento. Adotamos para fins teóricos o arcabouço dos economistas sociais (Neri, 2009; Sen, 2010; Schultz, 1987) e reflexões histórico-estruturalistas (Furtado, 2000). 

Para ler o restante do artigo, clique AQUI. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observatório da Violência do RN lança Mapa da Violência 2017

O OBVIO - Observatório da Violência, em parceria com a Comissão de Segurança Pública da OAB, convida estudiosos e autoridades da área de...