Sobre o autor


Thadeu de Sousa Brandão

Sociólogo, Mestre e Doutor em Ciências Sociais pela UFRN. Professor Adjunto de Sociologia da UFERSA e do Mestrado Acadêmico Interdisciplinar em "Cognição, Tecnologias e Instituições" (CCSAH/UFERSA) - (Nota 4 CAPES). Líder do grupo de Pesquisa "Observatório da Violência do RN". Autor de "Atrás das Grades: habitus e interação social no sistema prisional", "A Senhora do Sertão: a Festa de Sant'Ana de Caicó" e co-autor de "Rastros de Pólvora: Metadados 2015" e de "Observatório Potiguar 2016: Mapa da Violência do RN". Apresentador do Programa Observador Político da TV Mossoró e 93FM. Colunista do Jornal O Mossoroense.

Política, Sociologia, Ciência, Cultura e Filosofia. Blog criado em 22 de Outubro de 2012 e organizado por Thadeu de Sousa Brandão.

Siga nossa página no Facebook: https://www.facebook.com/profthadeubrandao/

Contato, críticas, sugestões e artigos: thadeubrandao@bol.com.br

terça-feira, 4 de novembro de 2014

Estudiosos em Segurança Pública do RN desenvolvem Mapa da Violência Potiguar

Buscando dar enfâse aos dados relacionados à Segurança Pública do Rio Grande do Norte, estudiosos da área com atuação no estado desenvolvem o Mapa da Violência Potiguar.
A coletânea de artigos de caráter científico e jornalistíco compõe a obra Metadados e Análises da Violência Letal e Intencional no RN, organizada pelo especialista em Segurança Pública, Ivenio Hermes.
A publicação, definida por ele como uma iniciativa pioneira, conta com a colaboração de outros profissionais que atuam na área, como o jornalista Cezar Alves e o sociólogo e professor da UFERSA, Thadeu Brandão.
"Há tempos, senti vontade de reunir artigos de pensadores e pessoas com a mesma linha de pensamento no Rio Grande do Norte. O primeiro passo foi reunir as ideias de Marcos Dionisio e Cezar Alves às minhas num só artigo, que depois foram se somando e juntaram-se em algumas publicações conjuntas", contou Hermes.
"Foi assim que conseguimos agregar o melhor de vários mundos: o mundo jornalístico, o estatístico, o cientifico, o jurídico, o social e o da segurança pública, de tal forma que dezenas de outros profissionais passaram a contribuir, voluntariamente, com informações que pudessem ser usadas para estancar e reduzir a violência", acrescentou.

O material já está disponível ONLINE

A edição está a disposição para impressão quinta-feira, 6.

Fonte: Jornal DeFato.

Nenhum comentário:

Postar um comentário