Sobre o autor


Prof. Dr. Thadeu de Sousa Brandão

Sociólogo, Mestre e Doutor em Ciências Sociais pela UFRN. Professor Adjunto (IV) de Sociologia da UFERSA e do Mestrado Acadêmico Interdisciplinar em "Cognição, Tecnologias e Instituições" (CCSAH/UFERSA) - (Nota 4 CAPES). Líder do grupo de Pesquisa "Observatório da Violência do RN". Autor de "Atrás das Grades: habitus e interação social no sistema prisional", "A Senhora do Sertão: a Festa de Sant'Ana de Caicó" e co-autor de "Rastros de Pólvora: Metadados 2015" e de "Observatório Potiguar 2016: Mapa da Violência do RN". Apresentador do Programa Observador Político da TV Mossoró e 93FM. Colunista do Jornal O Mossoroense. Consultor da Comissão de Segurança Pública e da Comissão de Direitos Humanos da OAB/RN.

Política, Sociologia, Ciência, Cultura e Filosofia. Blog criado em 22 de Outubro de 2012 e organizado por Thadeu de Sousa Brandão.

Siga nossa página no Facebook: https://www.facebook.com/profthadeubrandao/

Contato, críticas, sugestões e artigos: thadeu@ufersa.edu.br

sexta-feira, 28 de outubro de 2016

Após Chacina de João Câmara, violência homicida aumenta no RN aponta OBVIO

OBVIO - Observatório da Violência Letal Intencional do RN, apresenta uma nova atualização de CVLIs, no período compreendido entre 1 de janeiro a 27 de outubro de 2016 comparado ao mesmo período dos anos de 2014 e 2015.

Até o fim da tarde de ontem (27/10/2016) foram 1.620 CVLIs no RN. Os dados apontam para um aumento de 21,99% em relação à 2015. Em termos brutos, já462 CVLIs, contra 1.328 em 2015. O ano 2016 apresenta a maior taxa de CVLI por 100 mil habitantes, 47,06, comparado a 38,58 em 2015 e 42,89 em 2014. Os dados consolidados por este Observatório, mostram que a taxa de 2016 ultrapassa em definitivo da taxa de 2014, a mais alta até então.


Após a chacina ocorrida ontem em João Câmara, a taxa de letalidade subiu significativamente, quase triplicando no caso da cidade potiguar. Se em 2015 e 2014, até a data comparada, os CVLIS não haviam passado de 11, agora o aumento foi de 163% chegando a 29 CVLIS.


Na análise dos tipos de Condutas Violentas Letais Intencionais ocorridas na pequena João Câmara, a grande maioria absoluta é a de homicídios, perfazendo a quase totalidade. Situada na Região Agreste, na confluência da Região Metropolitana de Natal, João Câmara vem sofrendo, em 2016, com a forma desestruturada de ação de combate à criminalidade e à falta de um planejamento amplo para todo o RN, no combate aos CVLIS e às demais causas da criminalidade homicida.




OBVIO - Observatório da Violência do RN


Nenhum comentário:

Postar um comentário